terça-feira, 31 de maio de 2016

Advogado é morto após não conseguir tirar clientes da cadeia

Um advogado foi morto no Rio de Janeiro após não conseguir libertar traficantes da prisão. Roberto Viegas Rodrigues, de 26 anos, desapareceu no dia 22 de dezembro do ano passado, mas somente agora a polícia concluiu o inquérito da morte dele. 

De acordo com a Delegacia de Descoberta de Paradeiros, Roberto era advogado do traficante Jean Carlos Nascimento dos Santos, conhecido como Di Menor, e foi até o Morro do Dezoito para encontrá-lo. Depois disso, ele não foi mais visto. O carro dele foi encontrado na entrada do Morro do Fubá, que é dominado por uma facção rival. Mas após investigação, a polícia descobriu que o grupo comandado por Jean que deixou o automóvel no local. Os investigadores descobriram que Roberto tinha se comprometido a tirar dois comparsas de Jean da cadeia até 21 de dezembro, o que ele não conseguiu fazer. 

Ele, então, foi no morro, mas percebeu que seria morto e lutou com um traficante conhecido como Diguinho. O advogado tomou a arma e matou o rapaz, mas acabou sendo morto por outros bandidos. A polícia indiciou Jean e um comparsa Claudio Rosa dos Santos. Eles estão foragidos. (ATarde)

Nenhum comentário:

Postar um comentário