segunda-feira, 16 de maio de 2016

De defensor a réu: advogado suspeito de ligação com o Comando Vermelho é preso em Itabuna


Ele é um dos defensores do irmão de um dos maiores traficantes do país, Fernandinho Beira Mar (cujas penas por seus crimes já somam 320 anos de prisão) e é acusado de fazer as “correrias” no interior da Bahia, sob as ordens do Comando Vermelho do Rio de Janeiro. Trata-se do advogado Anderson Sá de Oliveira, preso na manhã desta segunda feira (16), na rua Rulfo Galvão, centro de Itabuna. 

O advogado estava em seu apartamento no momento em que os policiais cumpriram o mandado de prisão, expedido pela Justiça do Rio de Janeiro.

Oliveira é investigado por associação ao tráfico, lavagem de dinheiro e ligação a organização criminosa. A prisão do advogado itabunense é resultado de uma operação do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas), comandado pela promotora Lolita Lessa, de Salvador. A polícia Civil de Itabuna auxiliou no cumprimento do mandado.

Anderson Sá deve ser transferido para o Rio de Janeiro. A previsão inicial é a de que ele fique preso por 30 dias. Segundo informações, a OAB-Subseção Itabuna está prestando apoio jurídico ao advogado preso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário