quinta-feira, 19 de maio de 2016

Augusto Castro destaca importância de a sociedade debater problema da água em Itabuna


O deputado estadual e pré-candidato a prefeito de Itabuna, Augusto Castro (PSDB), participou, na noite de ontem (quarta-feira), no Clube Cidadelle, do debate “Gestão da água e do esgoto: em busca de uma solução para a sociedade”. O evento foi uma iniciativa da Associação Comercial de Itabuna, juntamente com a Cidadelle Empreendimentos, e discutiu a busca de alternativas para superar a crise hídrica por que passa o município.

Para Augusto, é fundamental que a sociedade se envolva neste debate. Ele afirmou que, ao propor essa discussão, “a classe empresarial demonstra seu compromisso e preocupação com o futuro de Itabuna”. Uma das alternativas sugeridas pelos empresários é a dessalinização da água, a fim de acabar com o fornecimento do líquido com alto teor de cloretos, como vem ocorrendo há meses na cidade.

O pré-candidato tem defendido a formação de uma Parceria Público-Privada (PPP), com um modelo no qual o município garanta o capital necessário para os investimentos que resolvam os problemas de abastecimento de água e de saneamento básico em Itabuna, mas mantenha o controle da Empresa Municipal de Água e Saneamento (Emasa). “O que precisamos é atrair investimento privado para viabilizar o sistema de abastecimento e também despoluir o Rio Cachoeira, pois sem esse aporte financeiro a Emasa não terá condições de fazer nada. E isso deve se dar sem que Itabuna perca o controle sobre o setor”, afirma Augusto.

Ao tempo em que participa de debates e reuniões locais em que o assunto é discutido, ouvindo sugestões e defendendo uma postura mais objetiva da gestão municipal, o deputado também se mobiliza na capital do Estado e em Brasília para evitar nova paralisação das obras da barragem no Rio Colônia, que é fundamental para garantir oferta de água a Itabuna. Na semana passada, Augusto Castro esteve com o novo ministro das Cidades, Bruno Araújo, que é do mesmo partido dele, falou sobre a gravidade da crise hídrica no município e solicitou apoio para assegurar a continuidade da obra. O ministro garantiu a Augusto que a construção da barragem é prioritária para o novo governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário