sexta-feira, 13 de maio de 2016

Começa mais uma etapa de imunização contra H1N1 em Itabuna

A vacina está disponível nas unidades de saúde (Foto: Pedro Augusto)A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) cumpriu nesta quinta-feira (12) mais uma etapa da campanha de vacinação contra o vírus da gripe Influenza A, (H1N1) quando foram vacinados, em Itabuna, idosos com mais de 60 anos, crianças menores de cinco anos, gestantes, mulheres que tiveram bebês há menos de 45 dias e profissionais de saúde. Na quarta fase de imunização, as doses foram distribuídas nas Unidades Básicas de Saúde dos bairros da cidade.

Pessoas se aglomeraram em filas desde a madrugada em muitos postos e, ao final, reclamaram do número de senhas distribuídas. O clima é de incerteza, já que em outras oportunidades a imunização foi suspensa porque o estoque havia se esgotado.

De acordo com a coordenadora de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde, Gracilene Dias, na próxima semana com a chegada de uma nova remessa dos lotes repassados pela Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) os números devem fechar a meta de 80% da população definida pelo Ministério da Saúde. As doses continuarão sendo distribuídas nas unidades de saúde do município.

Prazo máximo
A mobilização deve continuar até o próximo dia 20, quando se encerrará a campanha. Na semana passada, equipes de saúde da SMS vacinaram pessoas acamadas em leitos de hospitais, internos em asilos e profissionais de saúde em seus locais de trabalho.

O secretário municipal de Saúde, Paulo Bicalho, diz que apesar de os lotes de vacina só chegarem gradativamente, o que impede a ação diária de imunização nas unidades de Saúde, o município tem cumprido o que determina o Ministério da Saúde e garantido vacina para todas as pessoas que integram os grupos considerados de riscos, a exemplo de idosos e crianças.

Ele também tranquiliza a população que não será vacinada contra a gripe neste ano. O secretário lembra que Itabuna não registrou até o momento, nenhuma vítima fatal da Influenza A. Dos nove casos notificados no município, apenas um foi confirmado e, mesmo assim, o paciente foi tratado e já voltou à sua rotina normal de vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário