terça-feira, 3 de maio de 2016

Empresário de Irecê morre em Salvador com suspeita de H1N1

Homem estava internado em hospital de Salvador - Foto: Reprodução
O empresário Cláudio Oliveira de Souza, 53 anos, morreu no último domingo (1º) em Salvador com suspeita de ter contraído o vírus H1N1. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Irecê, onde Cláudio morava, ele estava internado no Hospital Regional de Irecê e foi transferido para Salvador depois de ter o quadro agravado.

Primeiro, Cláudio foi internado no Hospital de Atendimentos Médicos de Irecê (Hami), no dia 17 de abril, de onde foi transferido, no dia seguinte, para o Hospital Regional Dr. Mário Dourado Sobrinho, em Irecê. Segundo informações do Hami, Cláudio foi transferido do Hospital Regional para o Hospital Especializado Octávio Mangabeira, no bairro do Pau Miúdo, em Salvador, mas não há informações sobre a data da transferência. A unidade é especializada em pneumologia.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde de Irecê, a esposa de Cláudio também estava internada e sob suspeita de ter contraído H1N1, mas ela teve alta do mesmo hospital de Salvador para o qual o marido foi levado. A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) disse apenas que, até a última segunda-feira (2), haviam sido confirmados 10 óbitos em decorrência do vírus H1N1 no estado este ano, de um total de 45 casos confirmados.


As mortes aconteceram nos municípios de Salvador (5), Vitória da Conquista (1), Teixeira de Freitas (1), Ibipeba (1), Boquira (1) e Bom Jesus da Lapa (1).

Amigos e familiares de Cláudio, que era conhecido como Rico, lamentaram o falecimento. Ele morava em Irecê, onde administrava uma empresa de construção civil, mas era natural do município de Caranana, distrito de Sobral, no Centro-Norte da Bahia, região de Irecê.

Uma cunhada do empresário escreveu no Facebook que Claudio morreu vítima do vírus H1N1 apenas 15 dias após ter contraído a gripe. Ela pediu que as pessoas se previnam e tomem a vacina contra o vírus. O corpo do empresário foi sepultado às 10h desta terça-feira (3) no cemitério do povoado de Gameleira de Barro Alto.

Vacinas
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde de Salvador (SMS), as 116 salas de vacina dos distritos sanitários da capital foram reabastecidas com novas doses da vacina contra o vírus H1N1 na manhã desta terça-feira (3). O penúltimo lote, de 386 mil doses (12% do total) deverá chegar nesta quarta-feira (4) a Salvador, enviado pelo Ministério da Saúde. A Sesab fará a distribuição para os municípios.

Nenhum comentário:

Postar um comentário