sexta-feira, 13 de maio de 2016

Integrante do PCC que matou PM em SP é preso em Porto

Policiais da equipe do major Ronivaldo Pontes, comandante da Caema – Companhia de Ações Especiais da Mata Atlântica de Posto da Mata, prenderam no final da tarde desta quinta-feira (11/05), no bairro do Campinho, na cidade de Porto Seguro, um individuo foragido da justiça de São Paulo que se encontrava residindo em Porto Seguro desde o final do ano de 2012 e se passava por comerciante sob a direção de uma Pizzaria na região da Navegantes, região central da cidade. 

Conforme o major Pontes, trata-se de Sidney Donizete Abarca, o “Arroz Doce”, 42 anos, acusado pela polícia paulista de ser integrante da facção criminosa denominada PCC (Primeiro Comando da Capital). Sidney é indiciado pela Polícia Judiciária de São Paulo e apontado como autor do assassinato do soldado da Polícia Militar de São Paulo, Marco Aurélio dos Santos, 29 anos, ocorrido em 26 de setembro de 2012, na cidade de São Carlos, na região centro leste do interior daquele Estado. 

Segundo o major Pontes, a sua prisão se deu após uma parceria com a Polícia Militar de São Paulo, logo depois da justiça paulista ter expedido o seu mandado de prisão preventiva no último na última segunda-feira, dia 9 de maio de 2016. O seu mandado de prisão foi em razão do assassinato do soldado em que ele teria sido o autor da execução, ordenada pela organização criminosa PCC, como forma de represália pela energização das ações policiais naquela cidade. Sidney já havia cumprido pena de prisão de 2 anos, 5 meses e 20 dias pelo crime de tráfico de drogas. (Teixeira News)

Nenhum comentário:

Postar um comentário