terça-feira, 17 de maio de 2016

Mãe é acusada de queimar corpo da filha de seis anos com garfo


Uma mulher está sendo acusada de agredir a própria filha, de apenas seis anos, em Itabuna. A criança apareceu com marcas de queimadura no corpo. A acusada, cujo nome ainda não foi divulgado pela polícia, foi denunciada pela cunhada, Joselane Costa. A vítima teria contado para a tia que a mãe esquentou um garfo no fogão e a marcou nas costas e em uma das pernas com o que seria a letra inicial do apelido da suspeita – “Neca”.

Joselane, que tem a guarda da menina. No entanto, na sexta (13), a cunhada pegou a filha para passar o final de semana. No domingo (15), quando a garota voltou para casa, já apresentava a agressão. A queixa foi prestada por Joselane no mesmo dia, no Complexo Policial. “Três filhos dela morreram no incêndio, dentro de uma barraca trancada no lixão. A mãe estava em outro barraco com outro rapaz”, disse a mulher em entrevista ao G1.

Joselane disse, ainda, que apenas a menina sobreviveu e que cuida dela desde a tragédia com os sobrinhos. A criança, segundo a tia, chegou a ficar internada com desnutrição e pneumonia. Ao G1, a delegada Roberta Alban informou que aguarda a formalização de uma queixa na Delegacia da Mulher (Deam) para só, então, começar as investigações. Até o fechamento dessa matéria, a acusada não tinha sido presa.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário