segunda-feira, 23 de maio de 2016

Itapé: assassinos de idosa morta ao tentar proteger o filho são de Itabuna

Dona Geni era muito querida e ItapéUma dona de casa morreu ao tentar proteger o filho durante um atentado na noite de domingo (22). O palco da tragédia foi o pequeno município de Itapé, a quilômetros de Itabuna. Segundo familiares e amigos, a vítima, Geni Gusmão Paixão, de 64 anos, vivia um drama, enfrentado por milhares de mães. O filho é envolvido com drogas e havia, inclusive, deixado o Presídio de Itabuna, recentemente.

Wadson Gusmão dos Santos, o "Sinho", de 37 anos, cumpre pena em regime semiaberto, desde que foi preso em flagrante por tráfico de drogas, no final do ano passado. Na noite do crime, ele estava na casa da mãe. O imóvel foi invadido por dois homens armados, que começaram a atirar. Num ato de desespero, a mulher se jogou na frente do filho e também foi baleada. 




Os suspeitos, de acordo com os investigadores, são de moradores de Itabuna. Uma das hipóteses é vingança, uma vez que Wadson era investigado também por homicídio e o homem que ele teria matado seria pai de um dos criminosos.

Dona Geni, como todos a chamavam, levou um tiro nas costas. Já Wadson, foi atingido na cabeça e costas. Mãe e filho foram socorridos para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, em Itabuna. Ela não resistiu aos ferimentos e morreu logo após chegar à unidade hospitalar. O tiro transfixou o coração. Quanto a Wadson, conseguiu sobreviver. Ele segue internado, sem previsão de alta.

O caso está sendo investigado pela polícia, que apreendeu a arma usada no crime - um revólver calibre 38, registrada em nome de Flávio Freitas, acusado pelos disparos. Uma moto utilizada pelos criminosos também foi apreendida.

Até o fechamento dessa matéria, os acusados continuavam foragidos. A morte trágica de dona Geni, muito querida pelos vizinhos, chocou a população de Itabé.

Inf: Diário Bahia 

Nenhum comentário:

Postar um comentário