domingo, 1 de maio de 2016

Violência e o menor

Cabo NETO
A gravidade do ato cometido por menores é altíssimo em Itabuna.

A cooptação está na falha familiar de planejar o nascimento, criação, acompanhamento, estudo e formação da criança e adolescente.

A violência ou cooptação desses indivíduos (menores) para a vida criminosa, ilícita, está correlacionada a falta dos pais no envolvimento social (escola, local de moradia e etc), onde outros personagens sociais externos de maneira sutil os leva a crer que essa é uma vida alucinante, cheia de adrenalina, poder e aceitação social.

Outro fator preponderante é a falta do Estado como principal ente modificador, transformador social.

A atuação estatal deve prevalecer, seja de forma preventiva, educativa ou repressiva.

O abandono do Estado perante esse tema...VIOLÊNCIA COMETIDA POR MENORES, é muito maior do que simplesmente alterar a Lei Penal, Constituição ou o Estatuto da Criança e Adolescente.

O controle e formação desse indivíduo deve prevalecer na sua família, acompanhar toda sua trajetória não somente curricular (escolar), mas como seres humanos.

Exigir desses pais, resultados dessa formação desse futuro adulto.

Para que ele não seja cooptado pelo crime ou..."PAI", como eles estabelecem verbalizando.

Att Cabo NETO

Nenhum comentário:

Postar um comentário