terça-feira, 3 de maio de 2016

WhatsApp se pronuncia sobre bloqueio no Brasil: 'Não temos as informações'

O WhatsApp se pronunciou na tarde desta segunda-feira (2) após a determinação da Justiça que ordenou o bloqueio do aplicativo por parte das operadoras de telefonia fixa e móvel no Brasil. A empresa informou que não tem a informação solicitada pela Justiça. 

A medida foi expedida pelo juiz Marcel Montalvão, da comarca de Lagarto (SE) e começou a valer a partir das 14h desta segunda-feira. De acordo com o Tribunal de Justiça de Sergipe, a ordem de bloquear o WhatsApp se deu pelo mesmo motivo que levou ao pedido de prisão do executivo: a empresa não forneceu à Justiça mensagens relacionadas a uma investigação sobre tráfico de drogas.

Em nota, a empresa disse estar desapontada com a decisão. "Depois de cooperar com toda a extensão da nossa capacidade com os tribunais brasileiros, estamos desapontados que um juiz de Sergipe decidiu mais uma vez ordenar o bloqueio de WhatsApp no Brasil", se posicionou. 

Conforme a empresa, a decisão pune mais de 100 milhões de brasileiros que utilizam o serviço. "Esta decisão pune mais de 100 milhões de brasileiros que dependem do nosso serviço para se comunicar, administrar os seus negócios e muito mais, para nos forçar a entregar informações que afirmamos repetidamente que nós não temos", afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário