terça-feira, 14 de junho de 2016

Acusado de fraude e lavagem de dinheiro, ex-comandante da PM-BA vai a julgamento

Na próxima quinta-feira (16), o ex-comandante-geral da Polícia Militar da Bahia (PM-BA), Antônio Jorge Ribeiro Santana, será julgado na Auditoria da Justiça Militar do Estado da Bahia, em Salvador, a partir das 8h30. Ele e mais 11 pessoas são acusadas de envolvimento num esquema fraudulento na compra de viaturas por meio do superfaturamento mediante propina, em especial a negociação de 191 viaturas para a PM, que custaram  cerca de R$ 32,3 milhões. 

O flagrante da movimentação próxima de R$ 1 milhão por ano, transitando por uma de suas contas correntes na suposta compra de gado para abate, tornou coronel da reserva o primeiro oficial militar suspeito de lavagem de dinheiro na Bahia.

O caso veio à tona com o desdobramento da Operação Nêmesis, com o cumprimento de seis mandados de busca e apreensão em residências e endereços comerciais de uma sobrinha do militar e de outros dois homens suspeitos de envolvimento no suposto crime.

Na ocasião em que a operação foi deflagrada pela primeira vez, além de Santana, foram presos os também coronéis Jorge Silva Ramos e Sérgio Barbosa, além de um tenente, um procurador do Estado e outros sete falsos empresários. Inf: Bocao News

Nenhum comentário:

Postar um comentário