sexta-feira, 17 de junho de 2016

Aldenes Meira apoia luta dos trabalhadores contra a Reforma da Previdência

Trabalhadores se reuniram, na manhã desta quinta-feira, 16, na agência do INSS para protestar contra a Reforma Previdenciária apresentada pelo governo interino de Michel Temer
Militante do Movimento de Luta pela Terra (MLT), o vereador Aldenes Meira (PCdoB) participou, na manhã desta quinta-feira, 16,  do protesto contra a Reforma da Previdência apresentada pelo governo interino de Michel Temer.  O ato ocorreu na agência do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) de Itabuna e contou com a participação de representantes da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado da Bahia (Fetag), do Sindicato dos Trabalhadores Rurais e de diferentes movimentos sociais. O ato faz parte de uma convocatória nacional.

A Reforma Previdenciária prevê o estabelecimento da idade mínima de 65 anos para o acesso à aposentadoria e elimina a diferença de critérios entre homens e mulheres no acesso aos benefícios. As alterações também atingem diretamente o trabalhador rural.
“Nós não vamos nos calar diante do que querem fazer com a Previdência. Trabalhadores rurais, que começam a lida diária no campo desde cedo, têm que ser tratados de forma diferenciada e têm que continuar sendo segurado especial. Nós não vamos aceitar uma aposentadoria pós-morte”, enfatizou Aldenes, referindo-se ao estabelecimento da idade mínima de 65 anos para o recebimento do benefício. Com isso, há o aumento em 5 anos para a aposentadoria do trabalhador rural, que pela legislação atual pode se aposentar aos 60 (homens) e aos 55 (mulheres).

Nenhum comentário:

Postar um comentário