sexta-feira, 17 de junho de 2016

Apresentadora chama mulher de homofóbica e a manda se calar

Christina Rocha se irritou com uma participante do "Casos de Família" dessa quarta-feira (15). O tema do programa era "Homossexualidade não é uma doença contagiosa: se liga burro" e ela acabou perdendo a paciência com uma das entrevistadas que disse não aceitar o irmão gay por medo que seus filhos também "virassem" gays. A apresentadora chamou a entrevistada de homofóbica e ignorante e entrou em bate-boca no palco do programa. "Eu não deixaria uma pessoa ignorante como você entrar na minha casa. A gente precisa ter fraternidade no coração. 

Respeitar a escolha dos outros e aceitá-las como elas são", disse. A convidada se sentiu ofendida e disse, então, para que Christina levasse o irmão dela para morar com ela, ao que a apresentadora se irritou mais ainda. "Olha, você me respeita, porque eu não sou sua amiga para falar assim comigo, você está aqui para ser entrevistada. Você sabe se eu tenho alguém [homossexual] na minha família? Então, pronto, fique calada e me respeite", rebateu. Ela ainda tocou no assunto de o programa ser armado ou não. 

"Ah, vocês [participantes] estão de sacanagem comigo?! Até eu estou pensando que é armação. Isso daqui é uma palhaçada. Por isso que as pessoas pensam que é armação, e eu fico 'p' da vida", disse. Alguns meses atrás, uma figurante que alega já ter sido contratada por todos os "telebarracos" da TV revelou esquema de armação do "Casos de Família", no entanto, a emissora confirma que paga cachê aos participantes, mas que todas as histórias são checadas antes de ir ao ar. (O Dia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário