quarta-feira, 8 de junho de 2016

Cobradora de ônibus fica famosa nas redes sociais ao ceder lugar a idosa


Um gesto simples, ocorrido dentro de um ônibus coletivo de Vitória da Conquista, no sudoeste da Bahia, está fazendo sucesso nas redes sociais. Ao ver uma idosa em pé no veículo lotado, sem que ninguém cedesse o lugar para ela, a cobradora do ônibus acomodou a idosa em seu lugar e trabalhou em pé durante toda a viagem.

Vanderlúcia diz que ficou comovida com a dificuldade da idosa (Foto: Reprodução/TV Sudoeste)“Eu fiquei comovida com a dificuldade dela de ficar em pé e cedi o meu lugar, porque ela não aguentava ficar em pé”, explicou a cobradora Vanderlúcia Santos Oliveira. Enquanto Vanderlúcia cedia seu lugar à idosa, um passageiro registrou o momento em fotografias, que estão sendo compartilhadas por toda a cidade.

Segundo o motorista do coletivo, José Martin, antes de dar o lugar à idosa, Vanderlúcia ainda tentou que algum dos passageiros cedesse o lugar. "Ela perguntou quem era fisicamente capaz de dar o lugar para a idosa, mas ninguém se dispôs a dar o lugar e ela, em um gesto nobre, deu o lugar para a senhora sentar”, conta o motorista.

Vanderlúcia já trabalha como cobradora há três anos e diz que costuma encarar o trabalho com bom humor para não ficar estressada, entretanto ela reconhece que às as vezes falta cordialidade por parte dos usuários. " Às vezes a gente tem até que pedir o lugar para alguém, porque as pessoas não dão de forma nenhuma. Elas não cedem o lugar para uma pessoa que necessita”, afirma.

Cobradora trabalhou em pé durante toda a vigame da idosa (Foto: Reprodução/TV Sudoeste)O motorista José Martin conta que, para não dar o lugar, os passageiros desenvolvem diversas estratégias. "Finge que está dormindo, vira a cara. Infelizmente a sociedade hoje está desse jeito”, diz o motorista.

Após ficar famosa nas redes sociais, Vanderlúcia espera que a atitude dela não seja esquecida. "Que o meu gesto sirva de exemplo e não caia no esquecimento. Que isso continue movendo as pessoas a serem mais gentis e a ter mais amor ao próximo".

Têm direito ao acento preferencial nos ônibus coletivos os idosos, obesos, gestantes, pessoas com bebês ou crianças no colo e deficientes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário