segunda-feira, 20 de junho de 2016

Conquista: Testemunhas relatam que jovem foi morta após conversa no WhatsApp

Em depoimento à polícia, testemunhas do caso que investiga a morte de Jéssica Nascimento, 21 anos, que estava grávida e perdeu o bebê, em Vitória da Conquista, afirmaram que o acusado pelo crime discutiu com a vítima após a jovem usar o aplicativo WhatsApp. 

Suspeito pelo crime, o estudante Américo Francisco Vinhas Neto, de 24 anos, está foragido há mais de um mês. De acordo com o G1, em depoimento desta segunda-feira (20), uma das testemunhas afirma que Américo ficou "alterado" depois de usar drogas junto com amigos que estavam na casa da vítima no dia do crime. 

Ainda segundo a testemunha, o acusado começou “a implicar" com a vítima quando ela usava o app de mensagens. Outra testemunha diz que Américo ficou "incomodado" com as mensagens do celular de Jéssica. Segundo a advogada da família da vítima, a advogada da família da vítima, Nádia Cardoso, o suspeito cometeu o crime por ciúmes, por motivo fútil. Em depoimento à polícia no dia do crime (foi liberado por pagamento de fiança), o acusado disse que usou drogas como maconha e cocaína, mas declarou que não se lembra do ocorrido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário