quinta-feira, 9 de junho de 2016

Davidson é a favor da PPP para a Emasa e luta pela construção da adutora de água em Itabuna

O deputado federal Davidson Magalhães (PCdoB-Ba) anunciou agora pouco em Brasília (8/06) que busca o apoio de toda a bancada federal da Bahia para destinar recursos urgentes de emenda parlamentar para acelerar a construção da adutora que vai trazer a água da Barragem do Rio Colônia para Itabuna.

“A solução definitiva do problema do desabastecimento em Itabuna começa pela captação da água. Isto será resolvido com a construção da Barragem do Rio Colônia. Já liberamos recentemente junto ao governo do estado mais R$ 2 milhões para acelerar esta obra. Com esta emenda parlamentar da bancada federal baiana garantimos os recursos para dar logo inicio à construção da adutora que levará a água da barragem para a cidade. Falta decidirmos a última etapa do processo, como será a distribuição”.

Feita a captação e a adutora será preciso investir muito no saneamento e na distribuição da água. “Itabuna carece de saneamento básico e o rio Cachoeira virou um lixão”, afirmou o deputado. Itabuna tem apenas 16 % de cobertura de esgoto, um dos menores índices das grandes cidades da Bahia. “Uma vergonha”, comentou.

O deputado criticou duramente os governos anteriores que “sucatearam e levaram à Emasa à falência”. Reafirmou que é contra a sua privatização mas observou que a empresa não tem capacidade de fazer os investimentos necessários para a implantação de redes de esgotos e a distribuição da água.

Fala-se também na cidade em repassar a Emasa para a Embasa. Davidson é contra: “A Embasa também não tem a capacidade de investimento que Itabuna precisa. Ela propôs um investimento de cerca de R$ 20 milhões. Este valor é nada diante de um projeto que precisa no mínimo de um investimento de 120 milhões”.

Davidson propõe a criação de uma Parceria Público Privada: “O caminho correto é fazer uma PPP, entre o governo do estado, a Emasa e a iniciativa privada, pois é quem dispõe dos recursos necessários para os altos investimentos que resolvam de uma vez o saneamento e a distribuição da água em Itabuna”. A proposta da PPP, destaca o deputado, “garante o emprego dos funcionários pois os mantém incorporados à empresa, que não deixa de existir”.

MEDIDAS EMERGENCIAIS

Enquanto trabalha em busca de uma solução definitiva para o problema que atormenta a população da cidade, o pré-candidato a prefeito de Itabuna também cuida de providências emergenciais junto com o governo municipal, na captação de recursos e programas estaduais e federais, para aliviar o cotidiano sem abastecimento na cidade.

O trabalho do deputado já conseguiu levar para Itabuna mais de 60 carros pipas, perfuração de poços artesianos, distribuição de tanques e abertura de cisternas. Mas sabe que é preciso trabalhar ainda mais: “Não estou de braços cruzados como alguns que se

aproveitam da crise hídrica para espalhar boatos e intrigas. Trabalhando junto com o povo, vamos fazer o que precisa ser feito e melhorar a qualidade de vida em Itabuna.

Ele conclui: “Este é o quadro real da situação. O resto é discurso de quem não faz nada, oportunista que brinca com o sofrimento do povo, discurso eleitoreiro. O melhor para Itabuna é trabalhar mais e falar menos”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário