sexta-feira, 24 de junho de 2016

De carros a roupas e ingressos: bandidos não deixam “passar” nada no arrasta-pé de Ibicuí

Carros, celulares, casas (aparentemente seguras), roupas e até ingressos. Nada tem escapado aos “olhos” e das mãos dos bandidos nesses primeiros dias de São João em Ibicuí, palco de uma das festas mais tradicionais do interior da Bahia.

Vítimas de tais criminosos chegaram a relatar que ficaram apenas com a roupa do corpo, após terem o imóvel arrombado pelos assaltantes. “Levaram minha mochila, meu perfume, casaco, pares de meia. Minha casa é segura. Eles entraram pelo telhado e depois pela janela. A porta estava com cadeado”, descreveu uma mulher, muito assustada com o fato.

Outra moradora disse estar revoltada e triste com a onda de violência em Ibicuí, sobretudo nesse período de festas juninas. Segundo ela, na noite de ontem (23), por exemplo, não conseguiu dormir com um barulho estranho vindo da rua onde mora.

A mulher contou que resolveu abrir a porta. O que viu em seguida a deixou completamente indignada. “Meliantes arrombaram vários carros de turistas e roubaram seus pertences”, denunciou, ainda impactada com a cena.

Algumas pessoas tomaram a decisão de alertar amigos e parentes em redes sociais. Nas “entrelinhas”, o recado era um só: “não venham para Ibicuí. O negócio aqui está barril”. Há relatos, inclusive, de estupros.

Até esta sexta-feira (24) a polícia já havia registrado 20 casos de roubo a turistas. Muitas vítimas tiveram as casas que alugaram para o recesso junino arrombadas no momento em que estavam na festa se divertindo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário