quinta-feira, 2 de junho de 2016

Itamaraju: Menina de 11 anos engravida após estupro na Bahia; padrasto é suspeito

Uma menina de 11 anos engravidou após ser estuprada na cidade de Itamaraju, extremo sul da Bahia. De acordo com a polícia, o padrasto da garota é o suspeito de ter cometido o abuso. Até as 17h desta quarta-feira (1º), ele não tinha sido localizado pela polícia. O caso foi comunicado à Promotora de Justiça de Itamaraju, que também vai apurar apurar a denúncia.

Segundo informações do delegado Cleber Eduardo Gonçalves, coordenador da Polícia Civil na região (8ª Coorpin), o caso foi denunciado ao Conselho Tutelar do município na terça-feira (31) e registrado na Delegacia de Itamaraju, que investiga o crime. A vítima, que está no 6º mês de gestação, está internada no Hospital Municipal de Itamaraju.

Mãe da vítima disse que não sabia dos abusos e nem que a filha estava grávida (Foto: Reprodução/TV Santa Cruz)Ela chegou à unidade de saúde com quadro de pré-eclâmpsia (pressão alta na gravidez). Nesta quarta-feira, a menina permanece internada. A diretoria do hospital informou ao G1 que a família da menina não autorizou que sejam divulgadas informações do estado de saúde dela e do bebê.

Segundo o delegado Cleber Gonçalves, a garota passou por exame de corpo de delito no hospital e também foi ouvida por policiais. Ela disse que teve relações sexuais com o padrasto duas vezes. Nas duas ocasiões, conforme o delegado, a menina disse que a mãe não estava em casa porque estava trabalhando.

De acordo com a polícia, a vítima morava com a mãe e o padrasto, em um assentamento dos Sem Terra localizado no povoado de Vila União, zona rural de Itamaraju. O delegado informou ainda que, segundo as primeiras apurações da polícia, o suspeito morava com a vítima e a mãe dela há menos de um ano. A mãe disse não saber que a filha estava grávida e nem dos abusos cometidos pelo marido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário