terça-feira, 7 de junho de 2016

Nova proposta para servidores acabarem com a greve

O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, convocou reunião, hoje pela manhã, com diretores do Sindicato dos Servidores Municipais de Itabuna (Sindserv), para apresentar mais um avanço na proposta de negociação que mantém com a categoria, em greve há 28 dias. Sem condições de dar reajuste salarial, o prefeito propôs a ampliação no número de beneficiados com o ticket alimentação e um reajuste no valor deste benefício. “Temos mantido o diálogo permanente com a categoria e precisamos chegar a um acordo que seja bom para o governo, para o trabalhador e para a cidade”, disse o prefeito. 

Criado ano passado pela atual administração para beneficiar servidores com menor capacidade financeira, o ticket no valor de R$ 80,00 vem beneficiando 879 funcionários efetivos, que percebem salários de até R$ 1.100,00. A proposta apresentada hoje por Vane defende a ampliação do benefício para os servidores que ganham até R$ 1.500,00, aumentando o valor do ticket para R$ 120,00. Caso aceita, a proposta beneficia exatos 1.450 servidores públicos municipais. “Este é o nosso limite diante da conjuntura econômica nacional, com perversos reflexos nos repasses constitucionais para a Prefeitura”, sentenciou Vane, que esteve acompanhado do secretário municipal de Fazenda, Marcos Cerqueira. O governo municipal agora vai aguardar a decisão dos servidores, que estão com uma assembleia programada para amanhã. 

Outra garantia dada pelo prefeito Claudevane Leite é de que não haverá nenhuma represália aos grevistas bem como não haverá corte de salário no período da paralisação. No encontro, ocorrido no auditório da Secretaria Municipal de Transporte e Trânsito (Settran), o prefeito lembrou que, em 2012, quando assumiu o comando do Centro Administrativo Firmino Alves encontrou a Prefeitura inchada, com 83% dos recursos destinados ao pagamento de salários. “Reduzimos gradativamente este índice, mas não deixamos de valorizar o servidor”, garante. Vane cita, por exemplo, o ganho salarial do magistério, com os professores municipais tendo conquistado um reajuste acumulado de 26% durante o atual governo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário