quarta-feira, 1 de junho de 2016

Novos investimentos na captação do Almada vão diminuir interrupção na oferta de água

Vane visita captação do Rio Almada  - Foto Martone Badaro  2 1024x578
A Emasa vai ampliar a oferta de água potável para quatro setores da zona urbana de Itabuna, a partir de julho, beneficiando moradores dos bairros Góes Calmon, Monte Cristo, Antique e toda zona oeste do município. Obras estão sendo realizadas, no distrito de Castelo Novo, no Rio Almada, em Ilhéus, onde é captada parte da água consumida pela população.

Com a instalação de um conjunto hidráulico composto por tubos e conexões (barrilete) para a distribuição de agua, dois motores auxiliares de 300 KVA cada e um moto-bomba de 175 KVA, a Emasa vai ampliar a oferta de água que atualmente é de 350 litros por segundo para 550 litros por segundo. Novos equipamentos também foram adquiridos pela empresa para facilitar a operação técnica de captação e adução para a Estação de Tratamento de Água (ETA).

O gerente de Produção de Água da Emasa, João Bittencourt, diz que a medida vai estabilizar a captação e reduzir a intermitência na oferta de água potável nas regiões beneficiadas, que atualmente supera 20 dias. A empresa realizou estudos técnicos para operacionalizar a melhoria do sistema, como um todo, apesar dos altos níveis de cloretos por conta dos efeitos das marés na captação.
Vane visita captação do Rio Almada  - Foto Martone Badaro  1 1024x576
Nesta segunda-feira, o prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, visitou as obras da Emasa em Castelo Novo e determinou urgência na conclusão do novo empreendimento. "Queremos, já no início de julho estar oferecendo essa melhoria para a população", afirmou. Vane esteve acompanhado do secretário municipal de Comunicação, Gilvan Rodrigues, tendo sido recebido por técnicos e operadores da Emasa que atuam no canteiro de obras.

AÇÕES AUXILIARES

Além de anunciar os novos investimentos no sistema de captação, o prefeito Claudevane Leite lembrou que outras ações auxiliares estão sendo colocadas em prática pela empresa há 120 dias, a exemplo do transporte em carros-pipa de dois milhões de litros de água doce tratada , por dia, captados na Embasa, no Rio das Contas, em Ubaitaba, que são distribuídos em 170 tanques de cinco mil e dez mil litros colocados em locais estratégicos de Itabuna.
Vane visita captação do Rio Almada  - Foto Martone Badaro  1 1024x651
A Prefeitura, também em parceria com o Governo do Estado, por meio da Companhia de Engenharia Ambiental e Recursos Hídricos da Bahia (CERB), tem realizado a perfuração de poços artesianos nas zonas rural e urbana do município. Desse total de poços, três foram perfurados na região do Serrado e em Nova Ferradas, nas proximidades dos condomínios habitacionais Gabriela e Jubiabá, do Minha Casa, Minha Vida, que deverão ser inaugurados nos próximos meses, após a conclusão das obras.

Vane também anunciou o aumento do número de reservatórios de água instalados pela Prefeitura e Emasa nos bairros da cidade para garantir o fornecimento de água potável, oriunda de outros municípios, aos moradores de áreas mais carentes. Atualmente esses reservatórios são abastecidos com água de boa qualidade até duas vezes ao dia. São 45 carros-pipa alugados pela Emasa e pela Coordenadoria Municipal de Defesa Civil. Somente na operação de transporte e distribuição da água estão sendo investidos R$ 1,9 milhões mensais repassados pela Superintendência Estadual da Defesa Civil.

EL NIÑO

Além disso, para minimizar os efeitos da seca, que já dura mais de nove meses, a Emasa está fazendo a transposição gradual de água de diferentes trechos do Rio Cachoeira para a estação de captação instalada em Nova Ferradas.

A intervenção possibilita o armazenamento e transporte de cerca de 130 milhões de litros de água potável para o abastecimento dos bairros Ferradas, Nova Ferradas, Nova Esperança e Nova Ferradas I e do condomínio residencial São José. Atualmente dessa estação são retirados 60 litros de água por segundo por 12 horas seguidas com intervalo por igual período.
Vane visita captação do Rio Almada  - Foto Martone Badaro  2 1024x638
Em parceria com os governos estadual e federal estão sendo investidos mensalmente mais de R$ 2 milhões em ações emergenciais para garantir que a população de Itabuna não seja ainda mais penalizada por causa da crise ocasionada pela falta de chuvas devido ao efeito climático El Niño, o mais forte em 20 anos, que acabou neste mês de acordo com agências meteorológicas. É evento climático que reduziu as chuvas na região nordeste do Brasil.

O El Niño 2015-2016 foi um dos três mais fortes já registrados e elevou as temperaturas para os níveis mais altos em 130 anos, de acordo com o Centro Nacional para Informação Ambiental dos EUA. Abril marcou o 12º mês seguido de temperaturas elevadas recordes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário