quarta-feira, 15 de junho de 2016

Preso, ex-BBB Laércio é denunciado pelo Ministério Público por tráfico de drogas

O Ministério Público do Paraná denunciou o ex-BBB Laércio de Moura, 53 anos, por tráfico de drogas e estupro. Se a Justiça aceitar a denúncia, Laércio pode pegar até 68 anos de prisão.

A assessoria de imprensa do MP informou, nesta quarta-feira (15), que o designer de tatuagens foi denunciado por ter estuprado duas vezes uma mesma pessoa; ter estuprado uma segunda vítima e por fornecimento de drogas e álcool a menores.
"Na denúncia, constam os seguintes crimes: artigos 217-A do Código Penal (1º fato); artigo 217-A do Código Penal (2º fato); artigo 243 do Estatuto da Criança e do Adolescente e artigo 33 da Lei nº 11.343/2006 (3º fato); artigo 243 do Estatuto da Criança e do Adolescente e artigo 33 da Lei 11.343/2006 (4º fato) e artigo 217-A, §1º, c/c artigo 14, inciso II, ambos do Código Penal (5º fato), tudo em concurso material de crimes (art. 69 CP)", diz o comunicado do MP.

O ex-brother está preso desde o dia 16 de maio, em Curitiba, por conta de estupro de vulnerável. Ele também estaria sendo investigado por outros crimes previstos pelo Estatuto da Criança e do Adolescente.

Recentemente, ele saiu da área de triagem (período de adaptação) da Casa de Custódia de Curitiba (CCC), onde passou 30 dias, e foi encaminhado para uma cela com outros cinco presos, todos com o mesmo perfil de crime, também com acusações de estupro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário