segunda-feira, 27 de junho de 2016

Rotina de Marcelo Odebrecht na prisão da PF tem exercícios e estudo

A rotina de Marcelo Odebrecht na carceragem da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, no Paraná, tem regras rigorosas que o próprio empresário estabeleceu para si. Ele acorda bem cedinho, antes das 6h, e se alimenta de barrinhas de cereal, além de fazer exercícios físicos. Isso antes de mergulhar nos assuntos que se referem a sua delação premiada.

Conforme publicou a Folha de S.Paulo, o empreiteiro estuda bastante os processos aos quais responde, isso em meio aos exercícios, que se repetem ao longo do dia. O repouso só acontece após o “Jornal Nacional”, que ele consegue apenas ouvir, graças a Alberto Youssef, que aumente o som da única TV, na cela vizinha.

A rotina de Marcelo fez com que ele melhorasse sua forma física e adquirisse um bom conhecimento do Código de Processo Penal. Das duas horas de banho de sol que tem direito, ele usa para conversas com advogados.

Os advogados de Odebrecht tentaram levá-lo de volta para o Complexo Médico Penal de Pinhais, onde estão outros investigados da Lava Jato. Mas a tentativa parou no juiz Sergio Moro, que disse que detento “não tem o direito de escolher em que estabelecimento prisional prefere ficar preso".

Nenhum comentário:

Postar um comentário