segunda-feira, 20 de junho de 2016

Temer acredita que delações não o atingirão se a economia crescer

As delações premiadas parecem não abalar Michel Temer. O presidente interino acredita que, mesmo que seu nome seja citado, o governo peemedebista não será atingido, caso a economia do país aponte uma recuperação.

De acordo com a coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, Temer e sua equipe avaliam que pode acontecer com o governo interino do PMDB o que aconteceu com o do PT na época do mensalão de 2005.

Com Lula, as denúncias estavam saindo, mas a vida das pessoas melhorava, o que aumentava a popularidade do ex-presidente, que foi reeleito no ano seguinte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário