terça-feira, 5 de julho de 2016

Adolescente que deu entrada no Base com faca cravada no quadril disse que se feriu ao “cair da escada”


Médicos e enfermeiros que estavam de plantão no Hospital de Base na madrugada desta terça-feira (05) atenderam um caso um tanto “estranho”. Uma adolescente de 17 anos deu entrada por volta de 1h30 da madrugada, com uma faca cravada no quadril esquerdo.

A primeira impressão de quem estava lá no momento é a de que a garota tivesse sofrido um atentado. Mas a história contada pela menor, que veio transferida de Valença, onde mora, foi pra lá de inusitada e não convenceu nem um pouco.
Segundo Juliana Oliveira, ela descia de uma escada, quando tropeçou e caiu em cima de uma mochila deixada no local. Dentro dessa mochila estava a faca, que acabou atingindo o corpo da jovem.
A mesma versão foi confirmada pelo motorista da ambulância, pela enfermeira que acompanhou a moça e pela cunhada dela. Juliana foi submetida a uma cirurgia para a retirada do objeto. De acordo com um dos médicos que a atenderam, a adolescente teve sorte, já que a faca não atingiu nenhum órgão interno. Juliana continua internada e passa bem.  



Nenhum comentário:

Postar um comentário