sábado, 23 de julho de 2016

Bandidos invadem fazenda e um acaba morrendo após vítima usá-lo como “escudo” para se defender


Bandidos armados e a bordo de um táxi tocaram terror em fazendas da região, entre a madrugada e a manhã deste sábado (23), na zona rural de Ilhéus.

A quadrilha, formada por quatro homens, além de um taxista, que também é suspeito de envolvimento, invadiu a fazenda São José, situada logo após a Progresso, por volta das 6 horas. Lá, os criminosos promoveram um verdadeiro arrastão.
Cosme Barbosa dos Santos
Só que, ao chegar em mais uma casa, o bando acabou se dando mal. É que, ao arrombar o imóvel, o proprietário, Cosme Barbosa dos Santos, de 42 anos, reagiu, entrando em luta corporal com um dos assaltantes. Os demais bandidos, então, começaram a atirar e Cosme usou o seu algoz como escudo. Resultado: o criminoso foi alvejado com vários tiros pelos próprios comparsas.
Kette Moreira da Silva, de 29 anos, morreu no local. Os tiros ainda atingiram a vítima, alvejada por três disparos. Cosme, que gerencia uma oficina na fazenda, foi socorrido em um carro particular para o Hospital de Base.

Depois dessa situação, os outros três bandidos e o taxista tentaram fugir, mas o carro caiu num ramal. O motorista, identificado como José Luiz Miguel Santos, de 29 anos, foi deixado para trás pelos seus “clientes” e terminou sendo detido pela Polícia Militar.
Os assaltantes, inclusive, tinham até manchado, com barro, a placa do veículo, para tentar despistar a polícia.  O corpo do suspeito morto foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica de Ilhéus.
José Luiz Miguel Santos, de 29 anos
O taxista foi conduzido para a delegacia daquela cidade, onde terá que se explicar. Embora Luiz Miguel negue, os policiais acreditam que ele tem, sim, participação ativa no crime.


Nenhum comentário:

Postar um comentário