sexta-feira, 29 de julho de 2016

“No meio da estrada tinha um buraco”: Motorista que caiu em ribanceira tentou desviar de cratera que já provocou vários acidente


“No meio do caminho tinha uma pedra. Tinha uma pedra no meio do caminho”. Este é um poema bastante conhecido de Carlos Drummond de Andrade e tivemos a ousadia de trocar duas palavrinhas dessa poesia, para tentar ilustrar um acidente, que quase terminou em tragédia na tarde desta sexta-feira (29), no semianel rodoviário de Itabuna.

Então, no meio da estrada tinha um buraco... Tinha um buraco no meio da estrada.  E foi essa cratera o pivô do desastre, que vitimou três pessoas. Todas elas estavam num caminhão, de placa NYQ-7277, carregado de ração para gado. Uma das vítimas foi um homem, identificado até o momento como Herbert, motorista do veículo.
Com ele, viajavam os dois ajudantes - Edmundo Alves de Oliveira, de 36 anos, e o outro de prenome Jonas, que sofreram ferimentos leves. Segundo os trabalhadores, o condutor ainda tentou desviar do buraco, mas não conseguiu. Acabou perdendo o controle do caminhão, que caiu em uma pequena ribanceira, batendo de frente com uma árvore.

Herbert ficou preso nas ferragens. Ele completa 33 anos hoje e os bombeiros que ajudaram no resgate não têm dúvidas: o homem nasceu de novo. A vítima, que estava consciente, apesar de reclamar de fortes dores, foi socorrida pelo Samu para o hospital de Base.
O acidente aconteceu por volta das 16h, próximo ao Condomínio Pedro Fontes. O caminhoneiro e os ajudantes tinham saído de Vitória da Conquista, onde moram e trabalham, com destino a Ilhéus. Lá, eles entregariam o produto em uma fazenda. O semianel liga as BRs-101 e 415.
É importante ressaltar que esse mesmo buraco já provocou outros inúmeros desastres. Os motoristas que passam pelo local se queixam do descaso e cobram uma solução para o problema, antes que o pior aconteça.



Nenhum comentário:

Postar um comentário