sexta-feira, 8 de julho de 2016

Justiça solta pastor acusado de abusar de enteado de cinco anos

O juiz Paulo César Vieira Carvalho Filho, 17ª Vara Criminal, concedeu liberdade para o Felipe Garcia Heiderich, ex-marido da pastora Bianca Toledo. Ele está preso desde a última terça-feira (5), o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, por suspeita de abusar do enteado de 5 anos. 

A expectativa é de que ele saia da penitenciária neste sábado (9), mas a liberdade pode ser adiada por falta de tornozeleira no sistema penitenciário do Rio. Segundo o advogado do pastor, Leandro Meuser, a decisão saiu na tarde desta sexta-feira (8), após pedido da defesa e do Ministério Público do Rio (MP-RJ). Segundo o Jornal Extra, a conclusão do inquérito pela delegacia na véspera de sua prisão, suspenderia a necessidade da prisão temporária. O juiz que aprovou a soltura é o mesmo que, decretou a prisão temporária de 30 dias para o pastor. Segundo o Extra, Meuser informou que o pastor deve ter algumas medidas restritivas, mas não há necessidade dele ficar preso. Quando solto, Felipe ficará proibido de se aproximar de Bianca e da criança. As medidas cautelares foram solicitadas pelo Ministério Público.

Arrasada, a pastora Bianca falou que preocupa agora com a segurança dela e da criança. "É uma loucura a Justiça desse país. Estou conversando com os meus advogados. Minha única preocupação é com a minha segurança e a segurança do meu filho", desabafou ao Extra. Quem também comentou sobre a decisão foi o pai da criança, Renato Pimentel. "Não consigo fazer nenhum tipo de observação, porque não tenho conhecimento aprofundado dos fatos. Tudo o que soube foi pela mídia. Só estou focado em ir ao Rio para dar um abração o meu filho", disse o empresário que mora em São Paulo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário