terça-feira, 26 de julho de 2016

Pai acusado de estuprar filhas gêmeas foge de presídio em Teixeira de Freitas

O homem de 41 anos suspeito de ter estuprado as duas filhas gêmeas de 14 anos, em janeiro deste ano, fugiu do Conjunto Penal de Teixeira de Freitas, no sul do estado. A informação é do tenente-coronel Osíres Cardoso, diretor da unidade prisional.Em entrevista ao G1, na tarde desta terça-feira (26), Osíres detalhou que o suspeito fugiu acompanhado de um outro interno, que respondia por tráfico de drogas e homicídio. 

Ambos conseguiram escapar da unidade, enquanto trabalhavam na manutenção da horta do conjunto penal. "Eles driblaram a vigilância e pularam a cerca", contou.  A fuga ocorreu na sexta-feira (22). Até o início da tarde desta terça-feira (26), nenhum dos suspeitos foi recapturado. O suspeito de estupro foragido tinha sido preso em flagrante por conta de abuso sexual contra as duas filhas gêmeas, de 14 anos, em janeiro deste ano.  Segundo informações da Polícia Civil, uma das meninas gravou um vídeo do momento em que o pai abusava da irmã. 

A denúncia foi feita por uma vizinha e prima das vítimas, que levou o vídeo até a delegacia. As adolescentes fizeram exames médicos que comprovaram os abusos e mostraram também que elas já não são mais virgens há alguns anos. De acordo com a delegada Waldiza Fernandes, não foi possível determinar há quanto tempo. Em depoimento, segundo a delegada, o homem não chegou a admitir o abuso, mas contou que fazia carícias nas filhas, com o consentimento da mãe. Por sua vez, a mãe das vítimas negou a versão do marido. *Informações do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário