terça-feira, 9 de agosto de 2016

Doméstica assassinada em enterro do filho já havia sofrido tentativa de homicídio

A empregada doméstica Renata Barbosa Oliveira, assassinada na tarde desta segunda-feira (8) enquanto enterrava o corpo do filho em um cemitério de Eunápolis, no sul da Bahia, já havia sofrido uma tentativa de homicídio. De acordo com o delegado Cícero Feitosa, o crime aconteceu há cerca de cinco meses, também em Eunápolis.

Ainda segundo o delegado, o atentado ocorreu na casa de Renata, no bairro Urbis Três. O policial informou que homens chegaram até a porta da casa, chamaram a doméstica e quando ela apareceu começaram a atirar.

Na ocasião, não foi registrada queixa, pois Renata deixou a cidade após receber alta do hospital onde ficou internada. Feitosa informou também que o paradeiro da vítima após sair de Eunápolis é desconhecido e que ela só voltou à cidade às vésperas do enterro do filho.

A Polícia Civil acredita que a tentativa de homicídio e o assassinato de Renata têm ligação. Os agente da polícia já estão tentando identificar um suspeito. Ainda segundo o delegado, oito pessoas já foram ouvidas no processo de investigação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário