quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Ferida, mãe tentou salvar gêmeos que foram espancados até a morte por ex

A mãe dos gêmeos de 11 meses que foram espancados até a morte em Goiás tentou salvar as crianças mesmo depois de ser esfaqueada pelo ex-namorado, acompanhado pela polícia como responsável pelo crime. Taís Araújo de Oliveira Paula, 23 anos, foi ouvida nesta terça-feira, ainda internada, e se emocionou ao lembrar dos últimos momentos dos filhos. 

Segundo relato da vítima, por volta da meia noite o suspeito, Antônio Ribeiro Matos, 26, invadiu a casa dela, em São Miguel do Araguaia, depois que o atual namorado da vítima deixou a casa. Com uma faca, ele atacou Taís e depois pegou os bebês, jogando os dois várias vezes contra a parede e no chão.

"Ele a golpeou perto do pescoço, na direção do rosto. Ela gritou. As crianças, que estava em um colchão, se assustaram e começaram a chorar. Ela pegou um deles no colo, mas ele (Antônio) puxou o menino dos braços da mãe e começou a bater com o rosto do menino no chão. Ela conseguiu pegar o menino, mas ele se dirigiu para o outro, que também foi agredido. Mesmo ferida, ela tentou defender os filhos e evitar os ataques", disse o delegado André Medeiros, que está à frente do caso.

O suspeito fugiu depois. Ferida, Taís foi socorrida por vizinhos. As crianças não resistiram aos ferimentos. "Ela ficou contando a história e chorando", diz o delegado.

O delegado diz que a vítima contou que a família não aceitava o namoro dela com Antônio e os dois acabaram a relação. Depois, ela começou a namorar um policial militar da cidade. Antes do crime, o suspeito passou ao lado do casal e xingou Taís. O namorado a acompanhou até em casa e ainda ficou meia hora com ela, antes de ir embora. Depois, Antônio invadiu o local.

Ela foi ferida com uma facada no pescoço e outra nas costas, mas não corre risco de morrer. Os garotos, David Luiz e Lucas Felipe, chegaram a ser socorridos, mas morreram na madrugada, com traumatismo craniano. Eles foram enterrados nesta terça. Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário