segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Preso após violentar vizinho de 11 anos tenta culpar vítima: “Ele que me chamou”

O vizinho preso suspeito de violentar um garoto de 11 anos no município de Camaçari, na RMS (região metropolitana de Salvador), confessou que cometeu o crime, mas tentou culpar a vítima pelo abuso. 

— Ele que me chamou.

Danilo Batista Freitas, de 19 anos, teria aproveitado que a mãe da criança tinha saído para trabalhar e entrou no imóvel, pela porta dos fundos. No momento, o menino estava com a irmã mais nova, aguardando para ir passar o dia com o pai.

A mãe da criança voltou para casa e percebeu a presença do rapaz no imóvel quando ele deixava o quarto. Ela questionou o que ele estava fazendo dentro da casa, mas ele não soube explicar. A mulher perguntou pelo filho e o suspeito ficou calado. Nesse momento, a criança, que estava escondida atrás da porta, começou a gritar. A mulher encontrou o filho aos prantos e sem roupa.

A mãe da criança segurou o autor do estupro e chamou a polícia. Danilo foi preso em flagrante e levado para a delegacia de Camaçari. Na unidade policial, Danilo afirmou que estava arrependido e disposto a “sofrer a penalidade, a consequência do erro”.

O jovem foi autuado em flagrante pelo crime de estupro e pode ser condenado a até 15 anos de prisão. A delegada investiga se ele está envolvido em outros casos de abuso sexual no mesmo bairro. R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário