quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Advogado é preso suspeito de estuprar enteada e amiga de 7 anos

Um advogado foi preso na terça-feira (20) suspeito de estuprar a enteada dele e uma amiga da enteada, ambas com 7 anos de idade, na cidade de Cocos, de acordo com a Polícia Civil.

A delegada de Cocos, Luzmaia Cecília de Souza, diz que o suspeito preferiu usar o direito de se manter calado e não se pronunciou sobre a acusação. O crime começou a ser investigado pela polícia após denúncias das mães das vítimas.

Luzmaia Cecília disse que as mães das vítimas relatam que os abusos ocorreram há cerca de dois meses. "De acordo com a mulher dele, ele ameaçava ela de morte. Quando ela fez a ocorrência, requereu uma medida protetiva para que ele se afastasse da família, o que foi feito", afirmou.

A polícia cumpriu ainda mandado de busca e apreensão no escritório e na casa dele em Cocos. Não foi encontrada arma, mas foram apreendidos pen drives e computadores do suspeito.

Ainda não há suspeitas de que o advogado teria feito ou reproduzido imagens das crianças. A seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Santa Maria da Vitória foi comunicada do caso, presenciou a voz de prisão e acompanhou o cumprimento dos mandados de busca e apreensão contra o suspeito.

Ele foi localizado na cidade de Coribe e levado para a carceragem de Santa Maria da Vitória, porque as celas da delegacia de Cocos estão interditadas. A polícia cumpriu um mandado de prisão temporária de 30 dias contra o advogado, que pode ser convertido em prisão preventiva até a conclusão da investigação. G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário