domingo, 18 de setembro de 2016

1° homicídio do sábado: Sete tiros “calam” morador do Pedro Fontes durante visita a uma tia no Sinval Palmeira

Sábado de chuva e também de “nuvens tenebrosas” no bairro Sinval Palmeira, que foi palco, em plena luz do dia, do segundo  assassinato do mês de setembro. Um jovem de 21 anos, que não era morador do local, foi surpreendido por dois homens em um carro prata, de dados não anotados.

Barulho de tiros foram ouvidos pela vizinhança. Em frações de segundos, uma mulher saia gritando pela rua e se sentava na calçada, como se quisesse amparar alguém. Era o sobrinho dela que tinha acabado de ser executado.

Leonardo Nascimento Oliveira foi assassinado com aproximadamente sete tiros, que lhe atingiram várias partes do corpo, inclusive a cabeça. Na boca, onde também os criminosos atiraram, era possível ver o estrago do projétil: uma língua quase decepada um dente quebrado.

O rapaz tombou morto na calçada, em frente a uma casa, próximo à residência da tia, a quem tinha ido visitar. Era por volta das 16 horas. Ele morava no Pedro Fontes, no bairro São Roque e não era a primeira vez que ia àquela comunidade.

Mesmo debaixo de uma forte garoa, curiosos lotaram a rua para acompanhar os trabalhos da polícia e perícia técnica. Na região da barriga da vítima era possível ver, com exatidão, um projétil sob a pele. O crime ainda é um mistério. Mas há quem diga que o rapaz teria envolvimento na morte de um agente penitenciário. No entanto, tal versão ainda não foi confirmada pela polícia, que investiga o caso.




Nenhum comentário:

Postar um comentário