quarta-feira, 21 de setembro de 2016

Homem ferido após incêndio em terreiro tem mais de 50% do corpo queimado

O homem que ficou em estado grave após um incêndio no terreiro de candomblé Ile Asé Yatomin, em Paripe, foi identificado como José Santana Lima, 54 anos. A vítima foi socorrida pelo Serviço Móvel de Urgência (Samu) e encaminhado para o Hospital Geral do Estado (HGE). Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), José teve mais de 50% do corpo queimado.

O incêndio ocorreu na noite de segunda-feira (19) e foi contido por uma guarnição do 1º Grupamento de Bombeiros Militares. Ainda não se sabe o que provocou o fogo.

Morador da região, o mecânico Domingos Barbosa, 43, disse que a vítima é conhecida como Oganzinho e foi criada por Mãe Lila, ialorixá que comanda o terreiro. Ainda segundo ele, cerca de cinco pessoas vivem no imóvel. "Estou chocado, foi um grande susto. Não temos ideia do que pode ter acontecido", comentou.

Os frequentadores do terreiro ainda não sabem se o incêndio foi criminoso, mas os vizinhos falaram que os moradores do entorno têm uma convivência tranquila com os moradores do templo. Na hora do incêndio, o homem estava sozinho no segundo andar. Ninguém sabe por onde o fogo começou, mas há suspeitas de que o incêndio possa ter sido provocado por velas. 

"Não gosto nem de lembrar. Era por volta das 23h, quando ouvi os vizinhos batendo na porta, saí sonolenta e já vi os vizinhos na rua desesperados e com medo de que tivesse mais gente lá dentro", contou uma vizinha, a aposentada Edith Souza, 72. (Correio 24h)

Nenhum comentário:

Postar um comentário