quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Preço de pães e massas deve cair

Devido a boas safras brasileiras e argentinas de trigo, o preço dos produtos derivados devem cair nos próximos meses. O tempo para os preços menores chegarem ao bolso do consumidor vai depender do estoque do varejo.

De acordo com o Extra, em apenas um mês, o preço do trigo no estado do Paraná, que é um dos maiores produtores no Brasil, recuou 16,15%.

A grande safra da Argentina também está pressionando o trigo nacional e vai deixar o mercado mais competitivo.

"Com a mudança de governo (o presidente Mauricio Macri assumiu o governo em 2015), houve grandes incentivos aos agricultores. O preço do trigo argentino está pressionando o nacional para baixo. A perspectiva é que a colheita lá seja 50% maior do que a do ano passado", explica Marcelo Vosnika, presidente do Conselho Deliberativo da Associação Brasileira da Indústria do Trigo (Abitrigo).

O presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos Industrializados (Abimapi), Cláudio Zanão, explica que com a queda do preço do trigo, a indústria costuma ofertar promoções ao varejo.

"Ela vai dar um desconto maior, vai fazer uma promoção de "pague dois, leve três". Agora, o tempo para isso chegar ao consumidor depende do estoque do varejo", conta Zanão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário