segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Surpreendido após assaltar ônibus, grupo afirma que "não ameaça e não bate em mãe de família"

Dois homens foram presos e dois adolescente apreendidos suspeitos de assaltar um coletivo na orla de Salvador. Márcio da Silva e Silva, de 31 anos, Diego Santos Ribeiro, de 21, e os menores foram conduzidos para o Gerc (Grupo Especial de Repressão a Roubos em Coletivos). Com o grupo, segundo a polícia, foram apreendidos dinheiro, um revólver calibre 38, vários celulares e duas facas.

Os suspeitos pegaram o ônibus na região do shopping da Bahia e cometeram o crime próximo ao aeroclube. Após o roubo, o grupo desceu do coletivo e entrou em outro ônibus que, segundo a polícia, seria o segundo alvo dos criminosos. Os suspeitos negaram a informação.

Na delegacia, Márcio acabou confirmando que assaltou o coletivo e confessou que “foi de momento, deu a doida já foi”.

Ainda segundo a polícia, os suspeitos teriam entrado no segundo veículo ameaçando os passageiros. A versão das vítimas foi negada pelos suspeitos e Márcio fez questão de salientar que: “Nós não é de ameaçar”.

— Por isso que nós não ameaça, não bate em mãe de família. Nós não faz nada, não (sic).

Os suspeitos admitiram que estavam errados, mas contaram que não batiam e nem ameaçam pai e mãe de família.

— Nós tem mãe, tem pai, tem irmão, tem filho, tem tudo. Como que nós vai fazer uma coisa que nós não quer que faça com a nossa família? (sic)

Um dos adolescentes ainda afirmou que foi motivado pela dificuldade, pois o “filho está sofrendo”. Ele tem um filho de um ano e cinco meses, para quem pretende dar um futuro melhor. O menor também alegou que já vendeu água e picolé na região de um shopping da capital baiana, mas o dinheiro não era suficiente para pagar o aluguel e sustentar a família.

Ele ainda afirmou que a arma de fogo apreendida era dele. O menor disse que comprou o revólver em uma feira, com o dinheiro da venda das águas, para assaltar ônibus.

— Pra fazer essa burrice aí. (R7)

Nenhum comentário:

Postar um comentário