sábado, 10 de setembro de 2016

Violência quebra o “silêncio” e Itabuna registra o primeiro assassinato de setembro

O município de Itabuna estava prestes a completar um mês sem nenhum registro de homicídios, para alegria e tranquilidade da população, mas no final da manhã deste sábado (10), a violência quebrou o “silêncio” com a execução do jovem pai de família, Jaime Santos Novais, de 23 anos. Ele foi morto nos fundos de uma casa, na rua da Palmeira, bairro Califórnia, para onde correu, após ser interceptado por dois homens em uma moto.
O rapaz, segundo testemunhas afirmaram para a polícia, não tinha envolvimento com o mundo do crime. Portanto, a morte de Jaime, até o momento, está cercada de mistérios. Até aqui, o que se sabe é que ele tinha acabado de chegar do trabalho e foi até a BR-415, próximo ao semianel rodoviário, onde comprou alguns jenipapos para fazer um suco para o filho. Quando retornava para a casa, os criminosos o cercaram e o perseguiram, executando a vítima, friamente.

Vale lembrar que, com este homicídio, Itabuna chega à marca de 90 mortes violentas este ano. O município fechou o mês de agosto com oito assassinatos, o último foi registrado no último dia 14. A vítima, identificada apenas como “De Menor”, foi assassinada próximo ao Denit.

Jaime foi morto por três tiros, um no peito esquerdo, e dois nas costa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário