sexta-feira, 21 de outubro de 2016

Assassino de ex-funcionária da Santa Casa é julgado pela morte de outra namorada, só que agora em Goiás

Acontece neste momento, no município de Formosa, em Goiás, o julgamento do motorista Francisco Paulo Lins da Silva, acusado de matar Ana Maria de Souza Barbosa. O crime aconteceu há 13 anos. A vítima era namorada do acusado e foi assassinada com um tiro na cabeça.

O caso provocou uma enorme repercussão naquela cidade, principalmente porque Ana Maria era muito conhecida, já que foi a primeira mulher a trabalhar como mototaxista e também como agente funerária. 

Francisco Paulo foi preso, na ocasião, mas conseguiu fugir. Agora, você pode estar se perguntando: o que nós temos a ver com um fato que aconteceu num lugar tão distante e com pessoas que nem conhecemos? Mas é que o réu tem tudo a ver com Itabuna. Afinal, foi para esta cidade que ele fugiu. E foi aqui que ele fez outra vítima.

Quem não se lembra do crime que vitimou, em 2010, a industriária Eliane Almeida de Oliveira, ex-funcionária da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna? Eliane, que acabou se tornando namorada de Francisco, foi morta no bairro Pontalzinho, onde morava. O criminoso confessou o homicídio e alegou ciúmes. A morte de Eliane causou muita comoção.

Francisco, mais uma vez, conseguiu fugir. Mas não ficou muito tempo escondido. Foi preso, após ser identificado através de uma foto publicada no site Pimenta. Nessa época, ele já estava morando em Santa Luzia do Tide, no Maranhão. Em 2012, o motorista foi à júri popular pela morte de Eliane. Foi condenado a 24 anos de prisão. Até então, vinha cumprindo a pena no Conjunto Penal de Itabuna. Esta semana, ele foi levado para ser julgado no município goiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário