terça-feira, 11 de outubro de 2016

Duas pessoas são presas por esquema de fraude que desviou R$ 370 milhões na Bahia

Duas pessoas foram presas e outras duas conduzidas coercitivamente em Salvador durante a terceira fase da Operação Adsumus do Ministério Público Estadual (MPE), na manhã desta terça-feira (11), acusadas de envolvimento em um esquema de fraude que somam R$ 370 milhões em contratos com prefeituras baianas. 

A operação visa combater ações irregularidades na contratação de obras, locação de maquinário e a realização de serviços públicos na cidade de Santo Amaro e outros 45 municípios. Dos contratos investigados que somam R$ 370 milhões, somente em Santo Amaro, as fraudes são avaliadas em R$ 24 milhões.  

“A verdade é que quando a investigação avança descobrimos empresas de fachada para forjar a concorrência, assim aparentar legalidade em processos licitatórios. Na verdade, todas as empresas eram de um único grupo. Umas ganham, outras não ganham. É apenas para fingir o processo licitatório concorrido. Em algumas empresas, descobrimos que os sócios são laranjas”, declarou o promotor Aroldo Pereira, titular da 1ª Promotoria de Santo Amaro.  *Correio da Bahia

Nenhum comentário:

Postar um comentário