sábado, 15 de outubro de 2016

Estudantes da Unime reclamam da falta de qualidade no ensino e na estrutura da instituição

Estudantes do curso de Engenharia da Unime estão revoltados com a falta de respeito e compromisso por parte da instituição para com os alunos. De acordo com os estudantes, o curso de engenharia é um dos mais caros da instituição, custando R$ 1.508,00 por mês e, não oferece serviços de qualidade. 

Ainda segundo os estudantes, funcionam apenas os banheiros do primeiro pavimento, os outros vivem fechados, bebedouros não funcionam, as escadarias de acesso estão sem cobertura e sem iluminação, rampa de acessibilidade fora da norma e dos parâmetros de engenharia.  Como se não bastasse os problemas na falta de estrutura, o ensino também está deixando a desejar, falta acervo na biblioteca das disciplinas que são ofertadas, as salas de aulas estão superlotadas com mais de 100 alunos, o mesmo professor ministra dois cursos e alguns dão aula apenas de 15 em 15, aulas estão sendo oferecidas de forma online e não presencial.

Uma outra grande reclamação por parte de todos os estudantes da Unime é a falta de segurança no estacionamento com arrombamentos e roubos de carros. 
Os alunos relataram que os problemas já foram passados para a direção, mas que até o momento nada foi feito. Segundo os graduandos, eles vão entrar com uma reclamação junto ao Ministério da Educação-MEC para que seja tomada providência sobre a qualidade de ensino que está sendo oferecido pela faculdade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário