terça-feira, 11 de outubro de 2016

Ipiaú: Polícia Civil apreende mais de R$ 7 mil em casa de suspeita de tráfico

Elaine da Silva Cruz, 35, conhecida também pelo apelido de ‘Lane’, moradora da Rua São Bartolomeu, bairro São José Operário, foi presa na manhã dessa terça-feira (11) por investigadores da Polícia Civil que cumpriram um mandado de busca e apreensão no imóvel expedido pela Justiça. De acordo com o delegado Ivan Lessa, há cerca de três meses a equipe do Serviço de Investigação (SI) vinha coletando indícios da participação de Lane na distribuição de drogas em Ipiaú. 

“A informação que nos tínhamos é do envolvimento dela com o tráfico, inclusive no sentido de coordenar a aquisição de drogas por parte de familiares, que são envolvidos com o tráfico, e fornecimento para outras pessoas na cidade", disse o delegado. Segundo a polícia informou, na casa da suspeita foram encontradas duas balanças de precisão, três buchas de crack em pó, uma caderneta com anotações sobre a movimentação financeira do tráfico, incluindo nomes de traficantes conhecidos pela polícia e comprovantes de depósitos e transferências no valor de mais de R$ 8 mil.
Na casa de Elaine, os investigadores descobriram um cofre onde estava a quantia em espécie no valor de R$ 7.082,00. O dinheiro em sua maioria era de notas de 2, 5, 10 e 20 reais, o que segundo a polícia, é um indício do tráfico de drogas. "Toda a família dela é envolvida no tráfico, inclusive mãe, pai e irmãos já foram presos. A investigação da gente apontava que ela era a pessoa que fornecia essa droga para os familiares. Ela adquiria, mantinha em sua casa por um período e depois fracionava essa droga e em seguida passava para os membros da família e outros traficantes de fora que vendiam o material para os usuários", explicou o coordenador do SI. 

O delegado Ivan Lessa informou ainda que a mulher possui um patrimônio destoante da realidade de uma pessoa assalariada e que vende roupas íntimas. Ainda segundo a polícia, a casa de Lane é avaliada entre 100 e 200 mil reais, além de possuir outros bens em seu nome. Elaine nega as acusações e diz que o dinheiro apreendido em sua casa é de um amigo.  Ela deve ser encaminhada para o Conjunto Penal de Jequié, onde o seu companheiro já cumpre pena por tráfico. (Giro Ipiaú) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário