quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Lava Jato investiga mais um imóvel usado pelo ex-presidente Lula

A Operação Lava-Jato investiga se a cobertura vizinha à do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi comprada com dinheiro da Odebrecht. O imóvel fica no edifício Green Hillon, mesmo prédio onde mora o petista, em São Bernardo do Campo.

De acordo com O Globo, em dezembro de 2010, o proprietário da cobertura, Glaucos da Costamarques, recebeu R$ 800 mil da DAG Construtora, investigada por ser usada pela Odebrecht para negócios ilícitos. No início de 2011, Glaucos comprou o apartamento e alugou para Lula.

Enquanto o petista era presidente, a porta ao lado abrigava agentes de segurança dele pagos pelo governo federal. Até 2010, o valor investido foi de R$ 54,6 mil, mais do que o que foi desembolsado pelo ex-presidente nos anos seguintes.

Lula declarou ter pago R$ 42 mil em 2011, R$ 46,2 mil em 2012 e 46,8 mil em 2013, R$ 49,8 mil em 2014 e R$ 51,3 mil em 2015 pelo aluguel.

Nenhum comentário:

Postar um comentário