terça-feira, 25 de outubro de 2016

Menores infratores apreendidos em Itabuna têm alimentação suspensa, denuncia sindicato

delegado André Aragão
Delegado André Aragão
Com a alimentação suspensa, os familiares de menores infratores, apreendidos pelas Polícias Civil e Militar e que ficam, provisoriamente, numa sala do Complexo Policial de Itabuna, estão sendo orientados a levar refeição para os detidos. 

A informação é do agente Eustácio Lopes, vice-presidente do Sindpoc (Sindicato dos Policiais Civis do Estado da Bahia). Segundo ele, a alimentação teria sido suspensa pelo diretor do presídio, Adriano Jácomo. E esta não seria a primeira vez.

Por outro lado, o delegado André Aragão, coordenador da 6ª Coorpin, negou tal informação. Garantiu que a situação já está resolvida. “Resolvemos essa situação com a direção do presídio. Entendemos o lado deles, pois o menor não é de sua responsabilidade, mas não podemos deixar a sociedade refém dos menores cometendo diversos crimes. 

Por isso, estamos encaminhando o mais rápido possível eles para Salvador. Eles não passam mais que 24 horas na carceragem e separados dos presos adultos”, informou o coordenador André Aragão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário