terça-feira, 4 de outubro de 2016

Itajuípe: família e polícia ainda não têm pistas de criança desaparecida há uma semana

A pequena Crislane sumiu na porta da casa dos avós maternos (foto: Reprodução/TV Santa Cruz)A polícia d Itajuípe começou hoje (04), em Itajuípe, a investigar o desaparecimento da menina Crislane da Silva dos Santos, de apenas um ano e 10 meses. No dia do sumiço, ela estava na casa dos avós maternos, no Assentamento Luanda, na zona rural daquele município.

De acordo com o avô da criança, Luis Alves da Silva, a neta foi vista pela última vez na terça-feira passada (27). “Estava chovendo. Ela levantou do quarto, foi para a porta e eu disse: ‘senta aí no sofá, que quando estiar eu levo você para onde está sua mãe’. Fui dividir o milho. Aí chegou a mãe dela perguntando por Crislane. Nós azuamos tudo e saímos procurando ela”, recordou seu Luís, em entrevista à TV Santa Cruz.

Apesar da idade, a garota costumava andar sozinha pela comunidade, segundo a família. Os moradores chegaram a pensar na possibilidade da menina ter ido para o rio Almada, que passa perto do local de onde desapareceu. Mas, o Corpo de Bombeiros e habitantes da localidade fizeram buscas durante todo o fim de semana e não acharam nenhum sinal de Crislane.

"É uma menina pequenininha que é muito apegada à gente. Não sabemos o que está acontecendo, como ela está”, disse à TV Santa Cruz, Cirlane Feitosa, mãe da criança. Até o momento, a criança ainda não havia sido encontrada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário