segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Quase 50 motos apreendidas na Operação “Cavalo de Aço” na BR 101


A BR-101, mais precisamente nos trechos dos municípios de Ibirapitanga, Ubaitaba, Gandu e Wenceslau Guimarães, no sul da Bahia, foi alvo da Operação “Cavalo de Aço”, realizada pela Polícia Rodoviária Federal no último final de semana.

A ação, segundo a PRF, teve como objetivo intensificar a fiscalização de motocicletas, prevenindo acidentes de trânsito, crimes e outras infrações relacionadas ao trânsito. Só para se ter ideia, entre sábado (29) e domingo (30), os policiais apreenderam 49 motos que estavam circulando irregularmente. Foram flagradas várias motocicletas sem o devido licenciamento e com irregularidades nos equipamentos obrigatórios.
Segundo balanço divulgado pela Superintendência da Polícia Rodoviária Federal, nesses dois dias, foram fiscalizados 378 veículos e 462 pessoas. Dos 162 autos de infrações lavrados pelos policiais, a maioria foi de condutores de motocicletas que não possuíam habilitação. Ainda foram submetidos ao teste de etilômetro (bafômetro) 112 condutores.

Aumento no número de acidentes

Esta é a quinta etapa da Operação “Cavalo de Aço”. De acordo com a PRF, o crescente número de motocicletas em circulação no trânsito das cidades brasileiras contribuiu para o aumento assustador de acidentes envolvendo este tipo de veículo.

Só para se ter ideia, na década passada, entre 1996 e 2011, o número de mortes em acidente de trânsito envolvendo motocicletas aumentou 932,1%, segundo o Mapa da Violência no Brasil 2013 – Acidentes de trânsito e motocicletas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário