segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Quinze partidos ocuparão as 21 cadeiras do Legislativo grapiúna

A próxima legislatura da Câmara itabunense terá 15 partidos políticos, conforme o resultado das urnas nesse domingo, 02. Individualmente, as legendas mais votadas foram o Partido Comunista do Brasil (PCdoB), com 11.628 votos e o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), 10.819. Cada um ocupará duas cadeiras: os comunistas são Aldenes Meire e Jairo Araújo; e os tucanos, Chico Reis e Beto Dourado.  

De uma coligação com 14.438 votos, os partidos da República (PR), Republicano Brasileiro (PRB) e da Mobilização Nacional (PMN) terão um vereador cada: Ninho, Pastor Francisco e Ronaldão, respectivamente. Já do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) e Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB) saíram Antônio Cavalcante e Milton Gramacho, respectivamente (a coligação somou 11.325 votos).

Quem também terá representação em dupla são as bancadas Popular Socialista (PPS), com Nel do Bar e Ricardo Xavier; Humanista da Solidariedade (PHS), Junior do Trator e Baba Cearense; além da Trabalhista Brasileiro (PTB), que vem com Charliane Sousa e Chicão. Com chapa única no pleito, o Partido Trabalhista Cristão (PTC) contabilizou 7.870 votos e garantiu uma cadeira para Alex da Oficina e outra para Zico.

Por fim, as quatro vagas restantes foram igualmente distribuídas entre o Partido dos Trabalhadores (PT), que será representado por Junior Brandão; o Partido Verde (PV), por Manoel Junior; o Partido Progressista (PP), por Robinho; e o Partido Democrático Brasileiro (PDT) que elegeu Enderson Guinho. Do quarteto partidário acima apenas o PDT não formou coligação conseguindo nessa condição 5.899 votos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário