quarta-feira, 19 de outubro de 2016

RJ: Policial encontra família morta em casa na Baixada Fluminense

O parente de um policial militar que sobreviveu a um ataque que terminou com quatro mortos na rua Bom Jardim, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, foi levado à Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) para prestar depoimento na tarde desta quarta-feira (19), segundo o RJTV. A testemunha estaria dormindo na hora do crime, e teria dito que não ouviu nada.

Segundo informações preliminares da investigação, os mortos teriam apresentados de enforcamento e golpes de enxada. Não havia sinais de tiros. A polícia não descarta que o crime possa ter ocorrido por motivo passional, e diz ainda que não necessariamente aponta para um assassinato cometido por traficantes.

Segundo informações do 21º BPM (São João de Meiriti), o sargento encontrou o corpo da mãe, irmão e mais duas crianças. De acordo com a informação da polícia, as vítimas foram identificadas como Helena, de 60 anos, Fernando, de 36, além das crianças Kauane, de 7 anos, e Hester, de 5.

O local onde ocorreu o crime fica perto do Morro do Azul. De acordo com agentes da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), que investiga o caso, além do domínio de traficantes, as comunidades da região ainda enfrentam a ameaça de instalação de uma milícia. O local está isolado para o trabalho dos peritos. Equipes do 21º BPM, com o apoio do 20º BPM (Mesquita), fazem buscas na região para tentar localizar suspeitos do crime.

Nenhum comentário:

Postar um comentário