quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Caixa faz sorteio eletrônico de apartamentos do Jubiabá e Gabriela

A Caixa Econômica Federal realizou na tarde de terça-feira, dia 8, a sessão de sorteios eletrônicos dos apartamentos das unidades habitacionais dos residenciais Jubiabá e Gabriela, situados no bairro Nova Ferradas, na zona oeste de Itabuna, para os aprovados do Programa Minha Casa, Minha vida. O sorteio eletrônico é uma das etapas do programa e obedece a critérios de prioridades, tais como: pessoas com necessidades especiais, idosos e demais beneficiados, caracterizando assim uma forma de direcionar cada beneficiário para sua futura moradia.

Moradora do bairro Maria Matos (Rua de Palha), Adriana Luz disse que a conquista da casa própria era considerada um sonho: “Isso é tudo pra mim. Hoje pago R$ 350, 00 de aluguel mensal, mas como ganhei a casa própria pretendo investir esse dinheiro no meu filho, que possui necessidades especiais”, disse a dona de casa e mãe de quatro filhos.

O sorteio das unidades aconteceu na Superintendência Regional da Caixa, no edifício Jequitibá Trade Center, com a presença de representantes da Caixa, da Prefeitura de Itabuna, através da Secretaria de Assistência Social (SAS) e de beneficiários do programa. O sorteio é feito com aplicativo que seleciona de forma aleatória, e no final foram escolhidos dois representantes de beneficiários de cada residencial para assinar na ata, confirmando que presenciou o sorteio, e que este foi realizado de forma íntegra.

Após essa etapa, cada um dos imóveis será vistoriado pelos futuros mutuários para constatar que se encontra em perfeitas condições, sendo agendado o dia para assinatura dos contratos e entrega das chaves. Os residenciais Jubiabá e Gabriela podem ser considerados como pequenas cidades, já que possuem toda a infraestrutura necessária.

Dos 2.052 imóveis, 62 foram para adaptados para pessoas portadoras de deficiência. Os dois condomínios contam ainda com estações de tratamento de esgoto (ETE), duas quadras poliesportivas, duas quadras de areia, cinco parques infantis e dois centros comunitários. Além disso, estão previstos para a segunda fase do programa, que depende de liberação de recursos do Governo federal, a construção de creche, escola e unidade básica de saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário