segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Dia da Preguiça: conheça 8 benefícios deste pecado capital

A preguiça é um dos pecados capitais, mas como é bom curtir um dia de preguiça, passado inteiro na cama, não é?  A preguiça é tão adorada no mundo todo que possui até um Dia Internacional: 7 de novembro.

O descanso é importante para o bem-estar e para a saúde e, por vezes, é preferível não fazer nada a insistir em fazer algo.

O segredo do “dolce far niente” é pensar que ao não fazer nada, se está fazendo algo. Conheça alguns benefícios de se ser preguiçoso:

As pessoas ditas preguiçosas tendem a dormir sesta com alguma frequência. As sestas têm o poder de reduzir a pressão sanguínea, melhorar a saúde cardiovascular e reduzir significativamente o estresse.

E seja para dormir a sesta ou não, descansar melhora a disposição e a produtividade em geral. Além disso, estar um pouco na preguiça pode aguçar a curiosidade.

Passar horas no sofá vendo televisão é uma das atividades principais dos momentos de preguiça e, segundo um estudo realizado pela Universidade de Houston, este ato pode fazer com que as pessoas se sintam menos rejeitadas, com melhor humor e mais valorizadas.

As pessoas preguiçosas também tendem a deixar várias tarefas para a última hora, o que faz com que a preguiça lhes dê concentração extra para conseguirem terminar os trabalhos que foram procrastinando.

No caso dos adolescentes, a preguiça pode até ser benéfica para o crescimento, pois o estresse e a ansiedade inerentes da idade podem prejudicar o desenvolvimento.

A preguiça de resolver assuntos também pode fazer com que estes se resolvam sozinhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário