quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Feira de Santana: Polícia procura suspeito de envolvimento na morte de criança de 1 ano

Polícia procura suspeito de envolvimento na morte de criança de 1 ano
Leone Santos Costa
A polícia de Feira de Santana está à procura de Leone Santos Costa. De acordo com o delegado Gustavo Coutinho, titular da Delegacia de Homicídios, ele e outros comparsas são suspeitos de matar a garotinha de um ano e três meses Alice Beatriz Reis Farias, na última terça-feira, feriado de 15 de Novembro, no bairro Pedra do Descanso.

Os tiros foram direcionados para o pai da criança, de prenome Diego, que foi confundido com outra pessoa com o mesmo nome. Um dos disparos, no entanto, atingiu a cabeça da criança que não resistiu.

No dia do crime foi preso por policiais militares um dos suspeitos de envolvimento no assassinato: Antônio Lucas Conceição da Silva, morador do Conjunto Feira VI. Ele estaria no veículo Gol branco com os demais suspeitos.
Antônio Lucas Conceição da Silva
Em entrevista ao Acorda Cidade, o delegado Gustavo Coutinho informou que Leone é suspeito de praticar vários homicídios na cidade e de participação na chacina ocorrida na localidade Portelinha, no bairro Pedra do Descanso, onde a menina morreu.

Francislai Calado
“Lucas foi preso e confessou a autoria do crime com a participação dos indivíduos Leone, Fofão e De Menor. No feriado eles saíram para matar a pessoa errada. O alvo deles seria Wellington Silva Santos, conhecido como Diego, nascido e criado no bairro Aviário. Ele estava foragido por conta da guerra do tráfico e houve a informação de que esse Diego do Aviário estaria na Portelinha, no bairro Pedra do Descanso, esse grupo foi até o local e efetuou diversos tiros contra o pai da criança, que também se chama Diego. Ele não foi atingido, mas sim a criança”, explicou o delegado.

Denuncie

Segundo o delegado, Leone está foragido. Quem tiver informações que ajude a localizá-lo pode entrar em contato com a polícia de forma anônima pelo número 181.

Manifestação

Moradores do bairro Pedra do Descanso realizaram uma manifestação na manhã desta quarta-feira (16), na Avenida Rio de Janeiro, clamando por justiça e por mais segurança. 
Pneus foram queimados e várias pessoas estavam com cartazes para chamar a atenção das autoridades e pedir que os culpados pela morte da criança sejam punidos. Francislai Calado, tia de Alice, disse que a sobrinha foi morta de forma covarde e que o autor do disparo atirou muito próximo da menina. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário